terça-feira, 9 de agosto de 2011

Motins em Londres

Já é a terceira noite consecutiva de violência em Londres. Jovens revoltados ou revoltosos, partem para a violência, saqueando e incendiando prédios e lojas. A violência é tal, que já se alastrou a cidades como Birmingham, Liverpool, Manchester e Bristol. Pergunto-me tamanha violência vai parar. Até onde nos leva a violência? A meu ver a lado nenhum.
Todos nós temos o direito de nos revoltarmos, mas partir para a violência é perder a razão, é chegar a um extremo onde já não há retorno.
Pelo que, tenho lido e ouvido, tudo começou devido à morte de um residente, em Tottenham, numa operação policial. Segundo o que os locais dizem, não se sabe porquê. E, segundo o que parece, as circunstância ainda estão por a apurar. Só se sabe que aquela zona é afectada por vários problemas,entre eles o desemprego e onde, também, há uma grande percentagem de emigrantes. Será isto desculpa para a violência? A meu ver não. Eu chamo-lhe oportunismo de uma série de jovens criminosos, que aproveitam as circunstâncias para fazer o que lhes dá na real gana.

Sem comentários:

Enviar um comentário