quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Mais sobre a Madeira

Passo Coelho disse, ontem na entrevista da RTP1, não ir fazer campanha por Jardim à Madeira.
A meu ver deveria ir ais longe e retirar a confiança política ao Alberto João Jardim. E, a comprovar-se a culpa deste, deveria ser mesmo expulso do partido.

A resposta de Alberto João Jardim à decisão do Primeiro Ministro é de que "não aquece nem arrefece".  Realçando não precisar de  "qualquer confiança política de nenhum presidente do PSD nacional". Isto é resposta que se dê? Ainda por cima de alguém que tem responsabilidade política. Este senhor é presidente do Governo Regional da Madeira. Até um qualquer cidadão que fosse entrevistado na rua não daria uma resposta destas.
Este senhor é um mal educado e, a meu ver, não tem noção do cargo que ocupa. Pensando que como tem o cargo que tem, pode dizer o que lhe bem apetecer.

A boa notícia é de que, o Procurador Geral da República ordenou a abertura de um inquérito-crime sobre a ocultação de dívidas da Madeira. Espero que este não seja mais um inquérito para arquivar e que dê em alguma coisa. Principalmente, a responsabilização criminal do Presidente do Governo Regional da Madeira.

Sem comentários:

Enviar um comentário