sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Estripador de Lisboa

Depois das atrocidades que cometeu, ainda tem a lata de dar uma entrevista a explicar o que fez e deixou de fazer. Frisando que nunca lhes tocou na cara e que nunca degolou nenhuma das prostitutas que matou. Ah e tal, não as degolei, asfixiei-as, mas não a degolei. Vendo os vídeos da entrevista é que se pode ver como alguém é tão frio e fala do que fez de ânimo tão leve.

Mais, ainda teve a lata de na prisão, gabar-se daquilo que fez. Como resposta foi agredido e segundo o que parece ficou com costelas partidas.

A sua sorte é que os crimes que cometeu nos anos 90 já prescreveram  e poderá ser condenado apenas pelo homicídio de uma  jovem de 18 anos, em Aveiro. E será condenado por este crime graças ao seu filho ter concorrido a um programa da TVI. Coisas do destino.

Como é que existem seres humanos assim?

Sem comentários:

Enviar um comentário