quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Aluno com fome desmaia nas aulas

Li esta notícia agora de manhâ no JN online:

"Um aluno do 11.º ano desmaiou durante uma aula por ter fome, numa escola em Lisboa. O caso foi denunciado pela professora no Facebook horas depois do ocorrido, gerando uma onda de consternação.
Já se tinha queixado no estabelecimento de ensino de não ter dinheiro para pagar o passe, tendo em conta que ruma diariamente do Barreiro a Lisboa, e de outras carências. Porém, esta terça-feira, as dificuldades do jovem aluno atingiram um patamar gritante, que só tinha similar na Grécia: desfalecer em plena sala de aulas porque ainda não tinha comido nada.
O episódio foi relatado, ao início da tarde, no facebook, por Anabela Rocha, professora que leciona naquela escola, pulverizando-se pela rede social e por vários blogues. Ao JN, salvaguardando a identidade do jovem, a docente contou que a escola tem tentado ajudar o aluno, que já conta com mais de 18 anos, mas que esse apoio se cinge neste momento ao transporte."

E fiquei sem palavras. O rumo que o meu país está a levar. Um aluno que desmaia devido a não ter comido nada naquele dia!! Não dá para acreditar.
Penso que é através destas notícias que despertamos para a realidade de alguma famílias portuguesas. Não têm dinheiro para dar comida aos seus filhos, não têm dinheiro para lhes pagar os transportes para poderem ir para a escola.

É triste que estas situações aconteçam. Mas pior é saber que estas situações não são pontuais e que se estão a tornar até demasiado habituais. E, o que se faz perante uma situação destas? Quem de direito não faz nada. Tem de ser um professora a denunciar o caso e tem de ser a escola a apoiar o aluno e a criar soluções.

É esta a Troika do meu país...

Sem comentários:

Enviar um comentário