segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Mentiras parvas

(Há uns tempso atrás):
M.(mãe do L.) - Sabes o L. comprou casa!
Eu - A sério???Que fixe! E é onde?
M. - É em Odivelas.
Eu - Olha bem bom. Ainda bem que conseguiu comprar casa. E, em Odivelas, não é nada mau.

(Hoje) - a Mami esteve a falar com a M.:
Mami: Sabes afinal onde é que mora o L.? Ao pé do Dolce Vita Tejo!
Eu: Mas isso é no Casal da Mira!!! A M. tinha-me dito que era em Odivelas.
Mami: Mas não, é no Casal da Mira, filha, na Amadora.

Porque é que as pessoas mentem? Qual é o problema de dizer que o filho comprou casa na Amadora??? Pelo menos comprou casa. Eu ainda vivo na casa da Mami.
Por muito que tente, não entendo, não compreendo. Sabemos que o Casal da Mira é mau, variadíssimas vezes aparece nas notícias e, não pelas melhores razões. Que não é um bairro muito afamado, não é. E, depois?Não é bom ter uma casa?
Não é por morar num bairro xpto, que vou ser melhor ou pior. Eu sei que as mães querem sempre o melhor para os filhos. Mas, se não há dinheiro para um casarão na Quinta da Marinha,que se lixe!!! O que interessa é que teve a possibilidade e a capacidade monetária para poder comprar uma casa,. Seja na Amadora, seja em Odivelas, seja onde "judas perdeu as botas"...

2 comentários:

  1. Esta história lembrou-me outra mas ao contrário; há alguns anos atrás um amigo meu decidiu dar vazão à sua (muita) veia cómica e em boa hora começou a fazer sketches que apereciam (aparecem) na tv. A avó deste amigo teve medo que a coisa não desse certo, e vergonha também porque achava que aquilo não era forma de vida, assim quando interpelada com a pergunta "então, o neto já está a trabalhar?" respondia invariavelmente "já, já está muito bem. É caixa num banco"!
    Imagine-se o rapaz tem um sucesso doido e é agora conhecidissimo. Esta pérola virou anedota entre nós quando a soubemos!

    ResponderEliminar
  2. As pessoas são sempre assim, gostam sempre se exagerar e inventar:)

    ResponderEliminar