quinta-feira, 4 de abril de 2013

Prisão da Carregueira

Já pensei em cometer um crimezito qualquer.É que isto do crime até compensa.

Ora é ginásio de borla (eu se quiser tenho de pagar), ora é rupita lavada (eu tenho de a lavar e de a passar), ora é escolher o prato que quer comer ( também escolho,o único senão é ter de ser eu a fazê-lo). Isto tudo de borla,sem terem de fazer nenhum e nós (contribuintes) a pagar.

Agora digam que é mau.Tenho cá uma pena do Carlos Cus Cruz e companhia!!!Deviam era ir limpar estradas e campos.Isso sim, era pena a cumprir.

4 comentários:

  1. Nem mais. Penas de prisão são férias pagas.
    Condená-los a trabalhos forçados, obrigá-los a produzir para pagar a estadia e as indemnizações às vítimas.
    E não me refiro apenas aos réus do caso Casa Pia. Era para todos. Levantar a peidola ao toque de alvorada (como na tropa) e terem um horário de trabalho com fiscalização rigorosa. Cada dia só contava como um dia de prisão efectiva, se cumprissem as tarefas a 100%.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo totalmente contigo.
      Um bom exemplo, é o Estádio Nacional que foi construído por presos.

      Eliminar
  2. Pois... alguns crimes e penas... são melhores que a vida real. beijos

    ResponderEliminar