segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

E lá vai um balanço de 2013

Este ano conheci gente nova, reencontrei alguns amigos, afastei-me de outros.

Acabei a pós-graduação, fui despedida depois de milhentas promessas, trabalhei novamente em helpdesk e forcei a saída, voltei a apostar na minha profissão (a advocacia).

Finalmente conheci o Porto e Vila Nova de Gaia, fui às caves do vinho do Porto, fui ao Clérigos e ao Estádio do Dragão (ver os Muse). Ainda andei por Braga e parei em Avintes para comprar broa. Andei pelo Alentejo e conheci Reguengos de Monsaraz onde conheci um personagem muito peculiar. Desiludi-me com a Aldeia da Luz e o seu museu. Desci mais a sul e fui ao Algarve, onde conheci Altura e a Manta Rota, fui ao Casino de Monte Gordo e dei um saltinho a Ayamonte.

Fui a Cabo Verde, à ilha da Boavista. Nadei em àguas cristalinas, conheci portugueses "boa onda" e comi lagosta. Andei de moto quatro pelas dunas e de pick up pelos pedregulhos. Vi uma aldeia pobre, com crianças cheias de fome e um bairro na capital daqueles que só vemos em reportagens sobre África. Aprendi a dizer algumas coisas em crioulo, a dançar funaná e ouvi mornas. Provei Ponche ( a aguardente cabo verdiana) e ia ardendo por dentro. Gozei com uns ingleses bêbados que apostavam que éramos espanhóis ou italianos. Diverti-me a valer.

Comprei o meu primeiro carro (usado) a que chamo de o meu "boguinhas".

Tornei-me dadora de medula, apesar do meu terror em tirar sangue e fiquei com o braço negro durante 3 dias. Descobri que tenho os valores da tiróide alterados e que tenho de ser vigiada.

Chorei, ri, gritei e até berrei. Tive momentos bons, menos bons e até maus. Mas, sobrevivi e irei continuar a sobreviver...e continuarei a crescer.

Assim foi o meu ano, para o ano há mais...

1 comentário:

  1. Foi um balanço muito feliz. A parte profissional está um bocadinho mais frágil mas será por pouquinho tempo, esperemos ;)

    ResponderEliminar