quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Je suis Charlie

Acabei de ver as imagens do atentado em Paris, ao jornal satírico Charlie Hebdo. Posso dizer que até o ar me faltou ao ver o polícia ser assassinado com um tiro na cabeça. Parecem imagens saídas de um qualquer filme de guerra.

Como é que alguém, a quem recuso de chamar ser humano (os seres humanos nao são assim), consegue cometer um acto de tal maneira bárbaro?

Não há palavras para descrever o que se passou em Paris.




Sem comentários:

Enviar um comentário