segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Peripécias nas Legislativas

Chego à Secção de Voto e deparo-me com uma menina, na fila, a tirar fotos ao número da seccção de voto (só faltou a selfie).

Entro para votar e a senhora lê mal o meu nome. Mais uma vez (acontece sempre) leu Cristina e não Cristiana. Adoro!!!

A minha mãe, Ana Paula de seu nome, que vota na mesma secção que eu ao receber o Cartão do Cidadão é chamada de Maria do Carmo. A senhora da mesa enganou-se, e deu o cartão do cidadão da minha à tal Maria do Carmo que já tinha abalado. Instala-se a confusão, liga-se para a junta, consegue-se o contacto da tal senhora, que já ia na sua vidinha, longe das mesas de voto, que tem de voltar atrás. Resultado: Uma hora de espera, para que a troca dos cartões pudesse ser efectuada.

Um elemento da mesa justifica-se dizendo: Todos têm o direito de errar. Concordo, mas existem situações em que não podemos errar, muito menos quando envolve o documento de identificação...

5 comentários:

  1. As pessoas desculpam-se com uma facilidade arrepiante...

    ResponderEliminar
  2. Olá!
    Estou a promover um passatempo no meu blogue sobre stress e como o combater; podes ganhar uma embalagem de um suplemento de magnésio da Pharma Nord.

    Basta entrar no seguinte link: http://historiasdeariadne.blogspot.pt/2015/10/o-magnesio-e-o-stress.html

    Participa e ajuda-me a divulgar este passatempo que pode ajudar muitas pessoas que tentam combater o stress diário.
    Obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Realmente não me parece normal...

    ResponderEliminar