terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Por causa de uma camisola

Uma parva de uma colega perguntou-me se já me tinham chamado de Wally.

Apeteceu-me mandá-la para um sítio nada simpático!!! É que não é nada igual.

Um Wally na tromba era o que merecia...

Eis a camisola:





V-neck sweater in striped jersey


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Sobre os desempregados

Li este artigo, cujo título é, Desempregados, as luxuosas preguiças de estimação dos contribuintes.

Ainda não sei se concordo ou se discordo do que o autor pensa sobre os desempregados. Até porque, já estive desempregada por duas vezes, e não gostava de estar em casa sem fazer nada, a coçar a micose. Não houve dia em que não respondesse a anúncios de desemprego, em que fizesse buscas de emprego na internet.

Sucede que, infelizmente, existem pessoas que não gostam de trabalhar e trabalham o tempo exigido para obtenção de subsídio de desemprego. Eu conheço gente assim. Esses sim, são parasitas, gostam de boa vida, ou seja, não fazer nenhum. Não têm de se levantar às 7 da manhã, de ir para o trabalho, cumprir horários e tudo o que está inerente ao ter um trabalho.

Fiquei dividida quando li o artigo, por um lado sei que existem pessoas como as que são descritas pelo autor, por outro lado os desempregados não podem ser colocados todos no mesmo saco.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Então o que dizem

Da subida de 7 cêntimos por litro, do combustível? Gostaram?

Come e não bufa cala!!!

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Como é que é possível

Uma criança de apenas 4 anos ser considerada jihadista?

Li este artigo e fiquei estupefacta. É inconcebível que, uma criança de 4 anos, portanto um bebé, detona explosivos, ameaça o primeiro-ministro David Cameron e afirma que vai matar infiéis. Inclusive já foi protagonista de um vídeo de propaganda do Daesh.

A mãe desta criança é uma inglesa que se converteu ao Islão. Esta gaja mãe merecia era um valente chapadão naquelas trombas, por transformar uma criança desta maneira...

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Quase atropelada

Ao entrar para o elevador no edifício onde trabalho.

De manhã quando cheguei aos elevadores (são três) já estava um rapazola à espera do elevador. Olhava ansiosamente para ver qual chegava primeiro. Por azar, o que chegou primeiro foi o elevador que estava mais perto de mim. Quando a porta do elevador abriu, atirou-se quase em voo lá para dentro e claro ia-me atropelando.

Eu até gosto de gestos cavalheirescos, por parte dos homens, no sentido de nos deixarem entrar primeiro, mas estando alguém à minha frente nunca me atrevo a passar a não ser que me dêem passagem. Agora ser quase atropelada já roça má educação (ou pressa para ir trabalhar)...

Imposto sobre os combustíveis aumenta

E não prejudica apenas os ricos quem se desloca no seu carro todos os dias para ir trabalhar.

O aumento dos impostos nos combustíveis, vai traduzi-se em aumento de tudo o que é transportes, públicos, de mercadorias, etc, e consequente aumento dos produtos transportados. Logo o que é que vai acontecer nos próximos tempos? Tudo ou quase tudo o que consumimos, vai ficar mais caro. E, depois o que vai acontecer à nossa economia...

Estes senhores idiotas brilhantes que estão no Governo que respondam.


segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016