quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Quase atropelada

Ao entrar para o elevador no edifício onde trabalho.

De manhã quando cheguei aos elevadores (são três) já estava um rapazola à espera do elevador. Olhava ansiosamente para ver qual chegava primeiro. Por azar, o que chegou primeiro foi o elevador que estava mais perto de mim. Quando a porta do elevador abriu, atirou-se quase em voo lá para dentro e claro ia-me atropelando.

Eu até gosto de gestos cavalheirescos, por parte dos homens, no sentido de nos deixarem entrar primeiro, mas estando alguém à minha frente nunca me atrevo a passar a não ser que me dêem passagem. Agora ser quase atropelada já roça má educação (ou pressa para ir trabalhar)...

Sem comentários:

Enviar um comentário