quinta-feira, 5 de maio de 2016

Adolescentes

Na segunda-feira, no concerto dos Muse, fiquei junto a um grupo 5 de adolescentes. Um casal de namorados e mais 3 rapazes.

Um dos rapazes, foi ao concerto, de certeza, para não ser gozado, porque não se mexia e, inclusive, chegou a tapar os ouvidos, em algumas músicas. Completamente deslocado.

Agora, o que mais me impressionou, foi o casalinho. Tal era o "amanso" entre os dois. Aquilo era mãos na braguilha dele, era mãos no peito dela, eu sei lá mais o quê. Só sei que a certa altura tive de lhes dar um empurrão, pois quase caiam para cima de mim.

Não sou puritana, longe disso. Mas, as manifestações de amor em público têm limites. Àqueles dois, só faltava mesmo a cama...Mas, agora, até está na moda o sexo em discotecas e filmar!!! Tudo é possível para este miúdos!!!

Foram a um concerto para os "amansos" e não aproveitaram nada. Dinheiro dos pais deitados à rua. Espero que um dia mais tarde, com mais maturidade, se arrependam de não ter visto o concerto a sério.

Resumindo, daqueles 5 miúdos, apenas dois aproveitaram o concerto.


3 comentários:

  1. Pagar tanto por uns apalpões, que podem dar em qualquer sítio, de borla, não é muito inteligente.
    Por essas e outras parecidas, é que não gosto de concertos.
    Uma vez, num concertos dos GNR, nas festas de Lisboa, estava um desses "casalinhos" ao meu lado, completamente "pedrados" e a coisa chegou a um ponto em que ele, colocado por detrás dela, baixou-lhe o cai-cai e apalpou-lhe as mamas até ao fim do concerto.
    Não sei se, ao mesmo tempo, da cintura para baixo se passava alguma coisa, pois o aperto era muito. Mas pelo tempo que durou a sessão de manipulação "mamária" (lol), não me admirava que tivessem passado a vias de facto.
    Enfim, nos animais fazem-no em qualquer lado e ninguém se espanta. eheheh

    ResponderEliminar
  2. Jovens inconsequentes :))) Um dia vão ter pena.

    ResponderEliminar
  3. Também fui ao concerto dos Muse na 2ª feira e tanto na fila da frente como na fila de trás calharam-me pessoas irritantes. À frente era uma família completa (eram quase uns 10) e pareceu-me que só conheciam as músicas mais famosas porque era mesmo aí que se levantavam e me tapavam a visão toda. Atrás estava um adolescente irritante que se punha a ganir (que aquilo não era cantar) completamente fora do ritmo. Como se isso não bastasse sempre que acabava uma música punha-se a assobiar de tal maneira que eu tinha que tapar os ouvidos, porque me fazia doer a cabeça. Estava a ouvir música aos altos berros mas o que me fazia confusão era mesmo aquele assobio. Fora isso o concerto foi perfeito!

    ResponderEliminar