segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Polémica à portuguesa

Agora com Valter Hugo Mãe e o seu livro "O nosso reino". 

Como não podia deixar de ser, e à boa maneira portuguesa, basta ler um parágrafo e já se conhece o livro da primeira à última palavra. Já se critica toda uma obra. 

Como se gosta e como é apetecível a crítica fácil. Basta colocar um excerto com uma serie de palavras menos próprias e já o escritor é colocado em causa. Não o chamarem de ordinarão já é uma sorte.

Não li o livro em questão, nem nunca li nenhum livro deste escritor. O que me chamou à atenção nesta história, e o que me choca, são os pais pudicos das criancinhas de 13 e 14 anos. Entendem estes, que os seus filhos não podem ler estas coisas "chocantes" e obscenas. Já não é tão chocante dizê-las a alto e bom som no meio da rua. Já não é tão chocante verem programas como a Casa dos Segredos (bastante lúdico) e outros similares. Bastante mais educativo!

Por este andar, é melhor retirar os Maias do plano nacional de leitura. Onde já se viu o irmão ter relações sexuais com a irmã?Ainda por cima sabem que estão a cometer incesto e decidem manter a relação (malvados!!!). 

E já agora, retirar ao Auto da Barca do Inferno, deixar de se estudar Bocage e outros tantos. Tudo em prole das criancinhas não ficarem chocadas
    
Agora casa do segredos e dizer palavrões a torto a direito, isso pode continuar... 

3 comentários:

  1. Realmente, tens razão. As pessoas têm muita tendência para o dramatismo.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, vou contar o que não é chocantes para os paizinhos, chegar a casa alcoolizado, ser agressivo verbalmente ou fisicamente com a parceira em frente do filhos, consumir drogas ao pé dos filhos, não saberem dialogar com os filhos,passar os bons valores para estes, como pode reparar, nem tudo é chocantes para os paizinhos.
    AG

    ResponderEliminar
  3. É muito triste... resumem um excelente escritor a um excerto!

    ResponderEliminar